Motocross
Evento de Motocross na Cortelha

GrupoEtnografico
Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão

ManjaresSerranos

Manjares Serranos da Cortelha


FestivalFolclore
Festival de Folclore da Cortelha

BTT
Passeio de BTT

Pedestre
Passeio Pedestre

Bem vindo ao site da Associação dos Amigos da Cortelha

Sexta, 28 de Abril de 2017

Cortelha e a Serra

Versão de impressão | Enviar a um amigo

Cortelha

Cortelha - Vista Aérea

Flor de Esteva

Serra do Caldeirão - Vista Aérea

Ovelhas

Medronho

Cortelha é uma aldeia situada em pleno coração da Serra do Caldeirão, localizada a cerca de 14 Kms de Salir (sede de Freguesia) e 20 Kms de Loulé (sede de Concelho).

A Cortelha é o principal ponto de encontro dos restantes montes do maciço central da Serra do Caldeirão (Barranco do Velho, Montes Novos, Vale Maria Dias, Cumeada, Vale da Rosa, entre outros), quer pela sua centralidade geográfica, quer pelo dinamismo que ao longo dos anos tem caracterizado os seus habitantes. Neste âmbito particular de realçar o grande empenho dos jovens moradores e descendentes locais na dinamização e animação da aldeia, o que leva ao seu destaque nesta zona.

A principal riqueza da região é a exploração da cortiça, considerada uma das melhores do mundo e à qual estão associadas as principais profissões das gentes locais, entre elas, a tiragem, o empilhamento e o comércio daquela matéria prima. De realçar igualmente o medronho e o mel de rosmaninho que ao longo do tempo têm sido outros suportes económicos importantes da região.

As dificuldades de sobrevivência das gentes serranas, inerentes ao seu habitual modus vivendi, associado à exploração das riquezas naturais, incutiu-lhes ao longo dos anos uma forma de estar e de viver muito própria, caracterizada principalmente pela sua simplicidade, espírito sacrifício e um forte sentimento de orgulho pelos seus bens e produtos. Sentimento esse transmitido de pais para filhos e de avós para netos e que assim ainda se mantém na grande maioria dos filhos da terra, traduzido por um grande carinho e amor à Serra.

Prova disso é a enorme motivação das camadas mais jovens que independentemente de já não residirem a título permanente na Cortelha, apresentam uma grande motivação no desenvolvimento e na preservação das tradições mais intrínsecas da região.

A par e passo com a evolução geral de valorização dos produtos regionais, assistimos a uma forte procura da gastronomia local pelo turismo nacional e estrangeiro e concomitante lotação dos restaurantes locais durante as principais festividades e inclusivamente durante os fins de semana, com importante retorno em termos económico-sociais para esta zona do Caldeirão.